sábado, abril 12, 2008

norma

inventariada a memória com litígio, com medos, com carinho, até. vagava sem chaves, sem idéias, sem lembrar do caminho, algum. voltou num sonho, num susto, num lampejo de re-amar, ainda. chora a cama, o vento, o chão, só.
um ano que não abria a casa... benvindos